19.7.07

...it's in your nature - Traídos Pelo Desejo

Você é um tolo sensível?
Se é, apenas lamente...
Você é um fraco?
Se é, apenas lamente...
Não!
Não vou vim com aquele papo “apesar de tudo você é especial, você não é fraco só está fraco, você não é um sensível só está carente e inocente demais, tente melhorar e bláblábláblá”.
É a sua natureza!
Como? Quem sou eu para falar isso? Sr. Ninguém, e o prazer é todo seu, é claro!
Eu não sou ninguém para falar isso, mas Neil Jordan é! É, ele é alguém acredite...
Não!
Não é o escorpião nem a rã, talvez seja os dois, se quiser saber mais...ficará sem saber mais.
Como? Quem é você para me julgar atrevido? Se é a sua natureza se envolver e descobrir, pois então descubra quem Neil Jordan é, se é a rã ou o escorpião...
It’s in your nature!
Dizia um soldado uma história que dizia sobre a rã e o escorpião que dizia algo que Mr. Jordan disse em uma película há uns tempos atrás...você não viu? Eu sei, está na nossa natureza deixar passar águas boas e beber mijo disfarçado de água! Afinal...nem sempre as coisas são como esperamos! As vezes encontramos um pênis onde deveria estar algo bem diferente de um pênis, mas espera...são opostos, pelo menos possuem alguma relação!
Não!
Isto não foi uma metáfora, ou aquele tipo de frase para reflexão...
Eu pareço um arrogante querendo exibir originalidade com este papo solto? Pode ser...
Quando gosto de uma coisa procuro expô-la de maneira diferente, pronto! Agora já não estou sendo original confessando um padrão!
É a minha natureza!
Mas nem tudo é o que esperamos ser, é exatamente o previsível! Esta frase não era o que você esperava não é mesmo?
Não!???
Como assim não está entendendo nada?
It’s in your nature!
Um cara chamado Jordan, é ele mesmo, o grande Jordan! O mestre das cestas? Não, tolo...um cineasta. The Crying Game é o falante de tudo, ou se você prefere, Traídos pelo Desejo! Bláblábláa e você ainda não entendeu que estou falando de um filme!?
Não se irrite, nem tudo é o que esperamos ser e a sua natureza eu não conheço!
Não!
Não estava falando com você! Leitor fique calmo, me pegou de surpresa...ignore tudo, não foi pra você! A não ser que a carapuça tenha lhe servido bem é claro...pelo menos não de um de bizarro e vá beber mijo! Algo como The Crying Game seria uma boa água...
Comentário:
Em todos os aspectos excelente!
Original, criativo, radiante, maduro, único e eficaz...
Neil Jordan brinca de criar e abusa de quem brinca a sua brincadeira! Uma criação de mestre, impecável!
O texto acima ficou muito confuso para quem não viu o filme, mas espero ter sido uma forma de atração e memorização da obra!

(Obs: Próximo post - Corrente literária/ E não levem a mal o texto, realmente foi apenas um texto imaginativo....não foi indiretas a nínguem/ Continuem votando na enquete, disputa acirrada).

17 comentários:

Túlio Moreira disse...

Uau! Esse post vai entrar pra história! E tinha solenemente ignorado esse filme, mas vou querer assistir agora.

Ah, cara, quando quiser, a gente conversa no msn, tô às ordens!

abraçoOo!

Wally disse...

Adorei esse filme também. Vi recentemente e achei uma grata e tremenda surpresa. O roteiro é a melhor coisa do filme. As surpresas nunca param!

O texto ficou ótimo, de verdade!
Eu preciso rever o filme, já que algumas coisas gostaria de poder apreciar mais. Acredito que da segunda vez gostarei ainda mais do filme.

**** (4 estrelas)

wilson disse...

Sempre ouvi falarem muito bem desse filme, mas nunca vi... acho que agora é a hora

Anderson disse...

One day soon I'm gonna tell the moon about the crying game...

Foi um dos primeiros filmes q vi aluguei na locadora, e me impressionou mto qdo vi. Não só a 'tal' cena, mas tbm Miranda Richardson que está espetacular.

Adorei o post 'fluxo de consciência'!

Bakemon disse...

Lembro que fui assistir esse filme nos cinemas sem pretenção nenhuma. E fiquei chocado quando vi que a garota era um homem!!! Aquilo me traumatizou...

Atila Francis disse...

wiliam, esse filme do neil jordan é muito famoso, foi até indicado ao Oscar de melhor filme do ano, mas eu ainda não tive a oportunidade de vê-lo... mas adorei tudo q vc postou, muito interessante... se cuida... abração... te adoro

Ronald Perrone disse...

Como eu já disse, não sou muito fã do filme! Mas o texto ficou ótimo! Abraços!

Arthur disse...

WOW! Que post hein!?!
Ótimo texto!

Mas infelizmente não vi o filme x{

Bom Final de Semana

Johnny Strangelove disse...

um amigo meu viu esse filme e não gostou muito. ele diz que faltou ousadia ... porém é Niel Jordan, confio nele, vou correndo ver o filme
abraços

Wally disse...

JP, o que o filme mais tem é ousadia e originalidade.

Roberto Queiroz disse...

FILMAÇO! Aliás, vejo Neil Jordan como uma peça rara dentro da indústria cinematográfica mundial. O filme é perfeito do primeiro ao último fotograma. E por ali que você vê o quanto Forrest Whitaker vem sendo esnobado pela academia sem razão aparente. Visceral!

(http://claque-te.blogspot.com): Últimos Dias, de Gus Van Sant.

Alex Gonçalves disse...

Gostaria muito de ver "Traídos Pelo Desejo", mas fiquei com raiva de não encontrar o filme no acervo de uma loja que iria comprá-lo. Neil Jordan é um cineasta magnífico, e suas parcerias com o ator Stephen Rea sempre confere bons resultados.

Marcus Vinícius disse...

Interessante mesmo. Dele só vi Michael Collins, vou fuçar mais a respeito desse diretor.
Até mais!

Thalita disse...

Ótimo blog! Post maluquíssimo!! Já me conquistou! rsrsrs

Agora vou ter que ver esse filme...

Thalita disse...

Nossa... Postaram um comentário com um baita spoiler... :(

Renato disse...

Neil Jordan é rei, sem mais.

Ótimo post.

Gustavo H.R. disse...

Puxa, fiquei realmente intrigado com a abstração interpretativa do seu post. Preciso dar uma revisada nessa polêmica obra de Jordan, que vi quase há uma década!

Cumps.