7.7.07

Mr. Mestre - Roman Polanski

História: Roman Polanski nasceu na França em 1933, mas cresceu na Polônia, onde vive até hoje. Ele foi responsável por vários clássicos do cinema, como: “Chinatown”, “Tess”, “Lua de Fel”, “A Dança dos Vampiros” e “O Bebê de Rosemary”, que é considerado por muitos como o melhor filme de terror de todos os tempos. Em “O Pianista”, Polanski consegue mostrar ao mundo uma situação vivida por ele, que “morou” no Gueto de Cracóvia dos 9 e os 11 anos, quando finalmente fugiu dos campos de extermínio, onde morreram sua mãe e sua irmã. As tragédias na vida do franco-polonês não param por ai, em agosto de 1969 viu sua mulher Sharon Tate, grávida de 8 meses de seu primeiro filho, ser brutalmente assassinada pelo rockeiro Charles Manson e integrantes de seu culto.O diretor foi indicado quatro vezes ao Oscar e ganhou um Globo de Ouro, mas sempre será lembrado nos festivais cults, já que ganhou uma “Palma de Ouro” e dois prêmios “Cesar”. Polanski vive na Polônia e não vai aos Estados Unidos desde 1978, para não ser preso, pois foi condenado por estupro de uma garota de 13 anos. Por isso, o diretor não pôde comparecer a cerimônia do Oscar 2003, que o consagrou como melhor diretor por "O Pianista". (Fonte: Cinemacafri)

Perfil: Polanski é um diretor versátil e habilidoso! Gosta de retratar estórias até que bem simples, mas se atreve a aprimora-lás com cenas ousadas, criativas e polêmicas. É um diretor com perfil rigoroso, frio! Não é sua postura enrolar os seus filmes com detalhes, ele vai direto ao ponto e acerta.
Não tive muito tempo para me esforçar na procura dos clássicos de Polanski, por isto não falei das obras que vocês (comentadores do blog xD) me indicaram. O Pianista é uma obra recente, gosto de mostrar sempre um clássico e um mais recente, por questões de experiência cinematográfica do diretor ao longo dos anos. O Inquilo é de 1976 e faz parte de uma trilogia temática que logo abaixo expliquei melhor, por isto o escolhi! Abaixo, uma relação de alguns dos filmes dirigidos por Polanski!

Duas pérolas do Mr. Mestre Roman Polanski:

1) O Pianista

"História de um pianista polonês que precisa se esconder no Gueto de Varsóvia para sobreviver em plena 2ª Guerra Mundial."

Neste filme vemos um Polanski mais maduro do que nunca e ao mesmo tempo cuidadosamente brilhante! Filmes sobre a 2ª Guerra Mundial geralmente exibem a mesma coisa de sempre, muito drama e canalhice humana. O Pianista mostra isto e mais: música e frieza dos fatos.
Polanski procurou ser o mais frio e fiel possível. Percebe-se isto pela quase ausente trilha sonora no filme (excetos nos momentos da música do piano), o drama é seco e cru. Nada de músicas bonitas para emocionar ou pessoas soluçando de tanto chorar, apenas umas ali e outras aqui...
As situações criadas por Polanski, especialmente na segunda metade do filme e protagonizadas por Adrien Brody, são seqüências de tirar o chapéu. A fotografia é impecável e o conteúdo histórico do filme consegue ser proveitoso e ao mesmo tempo interessante de se ver. Um grande filme que Polanski inspirou em si mesmo para relatar uma época de sangue e injustiças.

2) O Inquilino
"Um polonês aluga um apartamento em um estranho edifício francês, onde passa a ser visto com desconfiança pelos seus vizinhos. Ao descobrir que a última inquilina do apartamento onde mora se suicidara, ele aos poucos passa a ficar obcecado por sua história."

É o terceiro filme da trilogia composta por Repulsa ao sexo e O Bebê de Rosemary, que são filmes que falam dos horrores vividos por moradores de apartamentos/cidades. Resolvi falar sobre O Inquilino pois é o menos conhecido da trilogia, o que não significa ser o mais fraco eu suponho (já que não vi os outros dois, por não conseguir ter acesso).
O Inquilino é tenso e equilibrado! Apesar de ser totalmente previsível, consegue ser inovador com a maestria de Polanski que cria cenas e circunstâncias inesquecíveis e absurdamente primorosas. O mais interessante é que Polanski não concentra o filme todo no apartamento, há um bom dinamismo nos passos do personagem central (vivido por Polanksi). A trilha sonora lembra muito a de “O iluminado” e o terror psicológico em alguns momentos tem quase o mesmo impacto.
O inquilino é uma trama sombria com toques modestos de Polanski!
(Desta vez farei o contrário, para o próximo Mr. Mestre coloquei na disputa dois diretores bem diferentes, exceto no sucesso e no talento. Não sei se será bem disputado, talvez me surpreenda, mas espero que votem conscientes).
Enquete: Qual diretor vocês querem ver no próximo “Mr. Mestre”? (Barra lateral direita do blog há o sistema de enquete).
a - Quentin Tarantino
b - Pedro Almodóvar

18 comentários:

Vinícius P. disse...

O Polanski é um grande diretor mesmo, apesar de que seu único filme que realmente gosto é "O Bebê de Rosemary", sem dúvida um clássico (e um dos filmes mais assustadores de todos os tempos). Não curto muito "O Pianista", pra mim uma enganação, que não chega nem perto de "A Lista de Schindler". O Brody está maravilhoso mesmo e merecia o Oscar, mas o júri de Cannes só pode ter feito média com o Polanski pra ele ganhar a Palma de Ouro. Ainda não vi "O Inquilino". Puxa, escolha difícilima para o próximo Mr. Mestre, acho que a filmografia do Quentin é ligeiramente melhor que a do Almodóvar.

Abraço!

Ronald Perrone disse...

Ótimo diretor! Já vi bastante coisa da filmografia dele e meu preferido é Chinatown, um noir com Jack nichlson surpreendente. Só que nessa lista de filmes da filmografia dele está faltando alguns como Macbeth, A Dança dos Vampiros, Piratas e alguns outros, que também são ótimos! Enfim, meu voto vai para o Tarantino no próximo Mr. Mestre. Abraços!

Túlio disse...

Wiliam, parabéns pelo post! Polanski é responsável por um dos filmes que mais mexeu comigo: O BEBÊ DE ROSEMARY.

Ah, votei no Quentin Tarantino para o próximo. Tava ouvindo a trilha de KILL BILL, só pra (re)confirmar que esse cara é gênio.

abraço!

Vinícius disse...

Nem preciso dizer q Polanski é um gênio! Mas em O Inquilino ele mostra oq é terror d verdade! Um filmaço!
http://blogcinefilia.zip.net

Felipe Nobrega disse...

O Polanski é muito bom, prém as vezes consegue errar muito feio, como em Busca Frenética e no pra lá de chatinho Oliver Twist, mas ainda bem que existe O PIanista. Gosto ed A Morte e a Donzela, Ben Kingsley está sensacional!
abraço!

Gustavo² disse...

Polanski é lenda viva, mas tenho de ver muitas fitas dele para comentar com maior precisão. Não gosto muito de O PIANISTA justamente por essa abordagem fria e quase clínica que adotou, que não combina com a desnidade emocional do tema, ao meu ver.
Não conhecia O INQUILINO e tampouco sabia que fazia parte de uma trilogia. Mais uma vez aprendo algo de novo sobre mestres do cinema nesta sessão!

Cumps.

Bakemon disse...

O Inquilino é maravilhoso. Não sabia que ele formava uma trilogia junto com a outra marvilha so Rosemary. Viva Polanski!!!! Próximo-> Tarantino, bro!!!!

Roberto Queiroz disse...

Um grande realizador! Como esquecer de O Bebê de Rosemary? E Busca Frenética? E Chinatown? O Pianista também é ótimo (e finalmente reconheceram seu talento com o Oscar da academia). À parte sua vida pessoal (e o escândalo com a menor de idade) é um grande mestre por trás das lentes. Pena não ter conseguido emplacar mais um gol com Oliver Twist.

(http://claque-te.blogspot.com): Carne Trêmula, de Pedro Almodóvar.

Rafael Carvalho disse...

Polanski é realmente um grande nome do cinema mundial e apesar de todo o drama pessoal, o cara consegue ser um gênio na arte de filmar. O Pianista é um ótimo filme, mas um pouco distante. Já o Inquilino nunca vi, da trilogia do Apartamento só mesmo O Bebê de Rosemary, que é sensacional. Valeu, abraço!!!!

PS: Almodovar é massa, mas Tarantino é imbatível, foda demais.

Arthur disse...

Roman Polanski fez ótimos trabalhos, apesar de eu torcer muito o nariz para O Pianista.

Hum.. com certeza Quentin Tarantino!!!

Daniel Moura disse...

Grande Wilian...
Estou de Volta cara... depois de tres meses sumido...

Grande diretor...

abraços....

Alexsandro Vasconcelos disse...

Pra falar a verdade, só assisti O Pianista e Oliver Twist do Polanski...
Os dois filmes são ótimos...
Se os outros forem nesse mesmo nível, com certeza o Polanski é um Deus do cinema...
xD
Já ouvi falar muito dele, mas não sabia muito...
Agora, depois desse post, não tenho mais esse problema...

Abraço

Johnny Strangelove disse...

bem
Polanski é um ótimo diretor isso é
porém ele já fez muitos vacilos, porém os acertos deles não só simples acertos ... e sim grandes classicos
tenho dito
abraços

Anderson disse...

Grande escolha, e estou ansiosíssimo para ver esse novo projeto dele sobre Pompéia. Abraços!

Marco Paiva disse...

Não vi muitos filmes do Polanksi, mas os poucos que vi (O Bebê de Rosemary, Lua de Fel e Oliver Twist) percebe-se que ele tem um grande domínio da técnica.

O que me surpreendeu foi esse fato de que ele não pode ir para os EUA se não vai preso por estupro. É verdade isso? Fiquei surpreso...

Alex Gonçalves disse...

Polanski é um dos meus diretores preferidos, mas ainda falta uma grande parcela de sua filmografia para eu assistir. Apesar de alguns tropeços da área cômica, como "Piratas" e "A Dança dos Vampiros", filmes como "O Bebê de Rosemary", "O Último Portal" e "O Pianista" já é suficiente para nos mostrar o quanto Roman Polanski é espetacular, imbatível! É de bater palmas em perceber todo o seu vigor depois de tantas tragédias pessoais.

Mari disse...

Vc ainda não viu o Bebe de Rosemary..puts um classico.
Sacanagem vc colocar Almodovar e Tarantino...adoro ambos.

Beijos

Atila Francis disse...

Wiliam, q bom vc falar de Polanski, é um dos meus diretores favoritos... jah tive chance de ver vários de seus clássicos, entre eles O BEBÊ DE ROSEMARY, CHINATOWN, O PIANISTA (q é o filme favorito, é o que mais gosto), O INQUILINO vi há muitos anos atrás e o achei muito interessante, tanto é que vi duas vêzes... Parabéns pelo seu trabalho de escrita e de pesquisa... bjusss